Prevenção de incêndio

Prevenção de incêndio

terça-feira, 24 de março de 2015

Nova legislação de segurança contra incêndio do RS


Leis Estaduais

Estabelece normas sobre segurança, prevenção e proteção contra incêndios nas edificações e áreas de risco de incêndio no Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências.

Altera a Lei Complementar nº 14.376, de 26 de dezembro de 2013, que estabelece normas sobre segurança, prevenção e proteção contra incêndios nas edificações e áreas de risco de incêndio no Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências.

Altera a Lei Complementar nº 14.376, de 26 de dezembro de 2013, que estabelece normas sobre Segurança, Prevenção e Proteção contra Incêndios nas edificações e áreas de risco de incêndio no Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências.


Decretos Estaduais

Regulamenta o Conselho Estadual de Segurança, Prevenção e Proteção Contra Incêndio – COESPPCI, e o Conselho Regional de Segurança, Prevenção e Proteção Contra Incêndios – CORPPCI, de que trata o art. 9º da Lei Complementar nº 14.376, de 26 de dezembro de 2013.

Regulamenta a Lei Complementar nº 14.376, de 26 de dezembro de 2013, e alterações, que estabelece normas sobre segurança, prevenção e proteção contra incêndio nas edificações e áreas de risco de incêndio no Estado do Rio Grande do Sul.

Altera o Decreto nº 51.803, de 10 de setembro de 2014, que regulamenta a Lei Complementar nº 14.376, de 26 de dezembro de 2013, e alterações, que estabelece normas sobre segurança, prevenção e proteção contra incêndio nas edificações e áreas de risco de incêndio no Estado do Rio Grande do Sul. 

Altera o Decreto nº 51.518, de 26 de maio de 2014, que regulamenta o Conselho Estadual de Segurança, Prevenção e Proteção Contra Incêndio – COESPPCI, e o Conselho Regional de Segurança, Prevenção e Proteção Contra Incêndios – CORPPCI, de que trata o art. 9º da Lei Complementar nº 14.376, de 26 de dezembro de 2013.


Instrução Normativa do Corpo de Bombeiros Militar do RS

Baixa instruções normativas de prevenção e proteção contra incêndio provisórias para aplicação da Lei Complementar nº 14.376, de 26 de dezembro de 2013.


Resoluções Técnicas do Corpo de Bombeiros Militar do RS

Padroniza os termos e definições utilizadas na legislação de segurança contra incêndio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul.

Estabelece os critérios para apresentação do Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio das edificações e áreas de risco de incêndio.

Estabelece os critérios para apresentação do Plano Simplificado de Prevenção e Proteção Contra Incêndio das edificações e áreas de risco de incêndio.

Estabelece os critérios para apresentação do Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio das edificações e áreas de risco de incêndio existentes, históricas e tombadas.

Estabelece os critérios para proteção contra incêndio em edificações e áreas de risco de incêndio por meio de extintores de incêndio portáteis e sobre rodas.

Estabelece procedimentos para aplicação das infrações afetas ao descumprimento das normas de segurança, prevenção e proteção contra incêndio.


Atualizado em 24/03/2015
(clique na norma para abri-la)


domingo, 15 de março de 2015

Assembleia do RS derruba veto e mantém flexibilização da Lei Kiss


Por 39 votos contra 12, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul derrubou em sessão nesta terça-feira (10) o veto do então governador Tarso Genro ao projeto que altera a lei de prevenção e proteção contra incêndios no estado, a chamada Lei Kiss.

Saiba mais

As mudanças na legislação foram aprovadas em dezembro de 2013 em função da tragédia que vitimou 242 pessoas na boate de Santa Maria. Em novembro de 2014, os deputados aprovaram uma flexibilização na lei, que acabou vetada pelo governador.

A alteração beneficia Centros de Tradição Gaúcha (CTGs), salões paroquiais, salões comunitários e ginásios de esportes comunitários e escolares, entre outros. Ela possibilitando que essas edificações com até 1.500 m² façam um Plano Simplificado de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PSPCI). Atualmente, o limite para isso é 750 m².

Autor da Lei Kiss, o deputado Adão Villaverde (PT) lamentou a flexibilização e disse, em plenário, que o aumento do limite da área da edificação abre uma brecha perigosa na legislação, já que não altera os critérios de proteção, prevenção e segurança das edificações.

"Em um ambiente de 750 m² exigem-se determinados tipos de rotas de fuga, de saídas alternativas de emergência, de janelas, de sistemas de ventilação e outros quesitos que não seguiriam sendo os mesmos para um imóvel muito maior de 1.500 m² com capacidade para abrigar o dobro de pessoas. Portanto, ou esse projeto vai produzir uma grande ingenuidade ou uma enorme irresponsabilidade”, discursou.


Fonte: G1 Noticias - 10/03/2015

terça-feira, 3 de março de 2015

Novas Resoluções Técnicas do Corpo de Bombeiros Militar do RS


No dia 25 de fevereiro de 2015, foi publicado no Diário Oficial do Estado (nº 037, P55) a homologação das primeiras seis Resoluções Técnicas do Corpo de Bombeiros Militar do RS - RTCBMRS, em conformidade com a Lei Complementar nº 14.376, de 26 de dezembro de 2013.

Foram publicadas as seguintes Resoluções Técnicas:

Resoluções Técnicas CBMRS nº 02 - Terminologia aplicada a segurança contra incêndio;

Resoluções Técnicas CBMRS nº 05, Parte 01 - Processo de segurança contra incêndio: Apresentação de PPCI em Geral;

Resoluções Técnicas CBMRS nº 05, Parte 03 - Processo de segurança contra incêndio: Simplificado;

Resoluções Técnicas CBMRS nº 05, Parte 07 - Processo de segurança contra incêndio: Edificações existentes, históricas e tombadas;

Resoluções Técnicas CBMRS nº 14 - Extintores de Incêndio;

Resoluções Técnicas CBMRS nº 34 - Das penalidades e suas aplicações.
  
Para baixar as Resoluções Técnicas do CBMRS, clique aqui.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Teste de vazão e pressão em hidrantes urbanos de incêndio



Fenômenos do incêndio

Rollover ("rolando")

Rollover ou Flameover é um fenômeno observado nos incêndios, em que os gases e demais produtos da combustão, acumulados sob o telhado, entram em ignição e as chamas "correm" pelo teto. Este fenômeno é considerado o primeiro passo para alcançar as condições necessárias para um flashover.

Também é possível observar esse fenômeno, quando o teto é composto de materiais combustíveis, não sendo necessário a acumulação de gases para que as chamas "corram" pelo teto.


video


Flashover (combustão súbita e generalizada)

Flashover é um fenômeno que ocorre durante o desenvolvimento inicial do incêndio. O calor da combustão aquece gradualmente todos os materiais combustíveis presentes no ambiente e faz com que eles alcancem, simultaneamente, seu ponto de ignição, produzindo a queima instantânea e concomitante desses materiais (dita, ignição súbita generalizada ou inflamação generalizada). Isso acontece porque a camada de gases do incêndio (gases aquecidos) que se concentra no teto da edificação durante a fase de desenvolvimento do fogo irradia calor para os materiais combustíveis situados longe da origem do fogo. Esse calor irradiado produz a ignição dos materiais combustíveis do ambiente, ficando toda a área envolvida pelas chamas.



video


video

video


Backdraft (ignição explosiva)

É a explosão decorrente da repentina entrada de ar, num ambiente pouco ventilado, com grande concentração de gases aquecidos e fogo em estado de latência.
Backdraft é o fenômeno que ocorrer durante o desenvolvimento do incêndio e está associado a diminuição da oferta de oxigênio (limitação da ventilação) no ambiente, o acúmulo de gases inflamáveis e de partículas de carbono ainda não queimadas e da presença de temperatura elevada  decorrente da queima que agora encontram-se em estado de latência (brasas). Se estes gases acumulados forem oxigenados por uma corrente de ar proveniente de alguma abertura no compartimento, produzirão uma deflagração repentina e explosiva. 


video


BLEVE

O BLEVE (B - Boiling L- Liquid E- Expanding V - Vapour E - Explosion) expressão inglesa que significa Explosão do Gás ou Vapor em Expansão do Líquido em Ebulição. É uma explosão de gás ou vapor em expansão proveniente de um líquido em ebulição contido em um recipiente fechado.


video


Boil Over (ferver até derramar)

Ocorre quando um recipiente com líquidos inflamáveis está em chamas e jogamos água na tentativa de apagar o fogo. Esta água vai para o fundo do recipiente devido sua maior densidade e ao chegar ao fundo, ela atinge seu ponto de ebulição (fervura), assim, rapidamente o seu volume aumenta até 1700 vezes e expulsa o líquido inflamável do recipiente, causando uma espécie de explosão. 




video

Demonstração do funcionamento de uma unidade de armazenamento de grãos

video

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=xPDZMUjoH-o